Catequéticas Fundamental, Pedagogia Catequética, Meios de Comunicação Social, Biblia e Jesus Cristo- ISCRA - Aveiro. Espaço de partilha e saber sistemático

sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

A Pedagogia Divina

João Manuel Teixeira Santos Calisto
01 - 1 Unidade Didáctica 1
Tema 1: A Pedagogia Divina
Características fundamentais da Pedagogia de Deus na Revelação e que sejam aplicáveis à pedagogia catequética. (tendo em conta o perfil do catequista – ele é o envelope, o convite real de JC.) a publicar no blog

A Pedagogia Divina de Deus foi o núcleo fundamental da revelação à humanidade. Em toda a história da Salvação desde o início,com Abraão até Jesus Cristo, Deus expressou o seu Amor ao seu povo e depois através do próprio Filho, Jesus Cristo.
A revelação foi e será até sempre de forma gratuita, esta como um Dom. Deus foi Aquele que deu a iniciativa de formar o seu povo de dar a conhecer a sua palavra. Povo este contorverso e irresponsável. Foi-se revelando gradualmente em conformidade com a capacidade mental, usos e costumes do seu povo.Deu-lhes a conhecer o projecto da Salvação através dos Profetas com factos, palavras e em definitivo pelo seu próprio filho, Jesus Cristo.
Jesus não veio alterar nada do que o A.T. foi transmitindo ao longo dos séculos pela palavra dos Profetas inspirada pelo Espírito de Deus, um Deus de Amor e Verdade mas dar continuidade ao projecto do Pai. Foi no decorrer da sua vida que Jesus ia dizendo aos homens, ''Quem era...O que queria deles''. Jesus não forçou o homem, simplesmente abriu a sua mente para a compreensão da revelação do Pai através do seu próprio filho, um amor ao próximo e de Salvação da humanidade.
O ensinamento de Jesus foi um elo fundamental entre Deus e o homem, a Boa Nova, a Nova Aliança, um Caminho de Verdade e Vida.
A Pedagogia de Deus apresenta-nos três caracteristicas fundamentais:
- Pedagogia do Dom; parte da Sua Própria iniciativa.
- Pedagogia dos Sinais; recorre a Sinais que se manifestam e confirmam o revelado.
- Pedagogia da Encarnação; o projecto Salvador de Deus em Jesus Cristo foi dirijido ao homem. Jesus encarna no seu íntimo para a humanidade.
A catequese é um convite constante à Fé.
O catequista deverá ser uma pessoa responsável, de aprofundamento de Fé relevante, com formação continua, em caminhada constante na comunidade, ser imagem de Jesus em todas as suas vertentes.
O catequista é fruto de um instrumento de Deus em compromisso constante perante a sua Fé e a comunidade. Deverá ter capacidade de transmitir e entregar-se à mensagem de Cristo.
A catequese é necessária para renovação e formação na familia. É em família que se dá início á catequese, pois deverão ser os pais os primeiros catequistas.

04
2
Relacione a inculturação com o processo pedagógico catequético da encarnação. Diferença entre inculturação e evangelização. a publicar no blog

A inculturação é a Encarnação da vida e da própria mensagem Divina, em Jesus Cristo. É de facto a correlação entre a acção evangelizadora e a Igreja. Mostra-nos uma interação entre o Envangelho e a cultura. A fé cristã é uma adesão de princípios a Alguém e não de meras propostas doutrinárias e princípios religiosos.
A Igreja e o mensageiro deverão inculturar-se de modo a que a realidade da vida seja uma constante.
A Palavra de Deus encarnou num momento concreto em Jesus, Seu Filho Muito Amado,situado no seu tempo, história e cultura.
A palavra de Deus é integrada na cultura de um povo sem que elas percam a sua identidade própria. A cultura tende a adaptar-se aos valores do Reino de Deus. A Palavra de Deus é inculturada no seio da cultura do povo que a escuta num processo profundo mas lento.
A envangelização é dar a conhecer o próprio Jesus na Sua mensagem de Salvação à humanidade. A mensagem deverá ser absorvida no mais íntimo do coração humano para que esta transborde de amor, alegria e plenitude.
Este testemunho de vida pelo o anúncio da palavra de Deus é um apelo a converção e vivência do Sacramento da Eucaristia.
A catequese deverá ser um método de evangelização de profunda responsabilidade, ao qual a Igreja, catequistas, catequizandos e comunidade cristã fará a sua profissão de Fé, num sentido de Oração e Louvor ao Pai. A mensagem de Boa Nova, este anúncio de Jesus, Testemunha vivo de Evangelização deverá ir ao encontro do outro como ele é.
Jesus manteve-se profundamente ligado à sua própria cultura, mostrando uma atitude crítica e em certos momentos de descontentamento.
O diálogo é um elemento fundamental da teólogia da missão na estratégica catequética.
A diferença entre inculturação e evangelização é que na inculturação os métodos utilizados são vários, os destinatários são diferentes enquanto que na evangelização o conteúdo da mensagem "Jesus Cristo, É o Senhor, o Salvador, o Redentor, a Boa Nova, é o mesmo para toda a humanidade.

09
1
Tema 7: Pedagogias Complementares
Realize uma apresentação pessoal sobre a importância do desenvolvimento activo e pro-activo da Catequese de adultos como 1.ª necessidade de formação catequética nas paróquias. a publicar no blog

Todos temos a percepção de que as catequeses, da infância, adolescencia e jovens não têm tido ao longo dos anos as referências de um desenvolvimento muito positivo, de um modo geral. Não é culpar ou retirar qualquer valor a quem quer que seja. De facto a veracidade dos factos são evidentes. Isto porquê? Os motivos são variados! Ora veja-mos alguns aspectos!
A sociedade em geral, encontra-se numa ''luta'' desenfreada para poder ''sobreviver'' ao dia-a-dia. É uma constante azáfama de interesses económicos, de um materialismo inexplicável que revela a falta de valores éticos no ser humano.
É devido a toda esta agitação que o mundo, a sociedade num modo geral e principalmente nas famílias que os problemas e grandes dificuldades surgem no dia-a-dia. O cansaço dos pais, um dia duro de trabalho, a falta de paciéncia leva a que muitos lares, o diálogo entre pais e filhos e vice-versa não exista.
Denota-se que os valores da família vão desaparecendo como; o afecto, o amor, a falta de tempo para os filhos, a falta de tempo para se apreciarem e poderem darem-se uns aos outros.
O amor começa em casa. Esse amor deve ser sólido, compreendido entre pais e filhos, em família. A família deve ser construtiva de valores que em sociedade, na sua relação entre os outros possa haver uma harmonia de paz e fraternidade.
A família Cristã é assim que deverá ser. Como Cristã deverá desempenhar a sua vivéncia de Fé em comunidade. Esta vivéncia de Fé deverá ter um aprofundamento Catequético e Eclesial serem discípulos de Jesus, dar a conhecer e reconhecer a mensagem da Sua Palavra, uma Palavra de Amor, Esperança, de Salvação.
A necessidade urgente de espaço e tempo para a formação de adultos mais comprometidos
A Catequese de Adultos, Pais, Família, (Pastoral Famíliar), é de facto a expressão de Fé de ''Maior Urgência'' que a Comunidade Cristã deverá empenhar-se e desenvolver numa evangelização famíliar.

13
5
Procure um artigo de uma revista, ou outro texto publicado (livro, site da internet, brochura...) e faça uma recensão desse escrito tendo em conta a temática desta disciplina Pedagogia Catequética e Meios de Comunicação Social. a publicar no blog

Revista Cruzada - Outubro 2007 - Ano LxxVII - Nº 10
'' Vaticano valoriza uso da Internet''
O Secretário de Estado do Vaticano, Cardeal Tarcisio Bertone, defendeu o uso da Internet como mecanismo ''para chegar aos jovens''.
Este responsável fez referência ao músico Elton John, que recentemente defendeu o encerramento da Internet como forma de retomar as relações humanas. ''Não aprovo a proposta de uma certa estrela de suspender a Internet por cinco anos'', respondeu o Cardeal Bertone aos jornalistas, que o questionavam sobre o site do Vaticano e sobre o uso da Internet para a comunicação.
Para este Salesiano é claro que ''se Dom Bosco estivesse aqui hoje, teria escolhido os melhores meios para chegar aos jovens''.
Por isso, refere o Cardeal Bertone, mais do que fechar a Internet ''é necessário valorizá-la e enchê-la de conteúdo''.
O transportar dos conhecimentos das novas tecnologias para a realidade da vida em concreto, deverão fazer-nos pensar de forma a podermos integrar-nos nesta sociedade tão diversificada. De facto os conteúdos deverão ser enriquecidos de uma aprendizagem de valores sociais e humanos e não de nefastos conteúdos que fazem da mente humana, uma mente vacilante.
Na Catequese e em toda a Comunidade Cristã, deveremos usufruir das novas tecnologias, Internet e meios audiovisuais para que possamos dar um maior contributo à mensagem da Palavra de Deus, na Sua revelação em Jesus Cristo.

17 3 Importância da comunicação existencial na catequese
A comunicação existêncial é uma referência importante para uma acção catequética, não pela informação, mas pelo partilhar contínuo e contagiante da evangelização que essa mesma comunicação oferece.
A comunicação existêncial vai ao encontro de uma catequese de pedagogia activa, num espaço de partilha, onde o catequista é mestre e os protagonistas são todos os membros do grupo, responsáveis de construção numa comunidade Cristã.
A comunicação existêncial sendo autêntica e transparente no que concerne à acção catequética no seu todo, transforma o homem num ser de felicidade, tolerante, harmonioso, compassivo no seio da comunidade Cristã e social.

22 - 1 Tema 5: Os meios Audiovisuais à distância
Em Catequese quais os desafios da Internet, nas suas demais valências.

A palavra internet é hoje uma das mais conhecidas em todo o planeta, pronunciando-se de forma semelhante quase por todo o lado, independentemente da língua.A atracção exercida por este novo instrumento de comunicação é tão forte que até as pessoas que nunca se tinham interessado pela informática têm sentido a necessidade de adquirir um computador para se ligarem ao resto do mundo.
Mesmo com todo este fascínio, porém não deixa de ser verdade que a Internet continua a ser uma ferramenta informática, com tudo o que isso implica. Para aceder à rede e para se poder ''navegar'', é obbviamente necessário ter um computador e, pelo menos algumas noções de como funciona, e para tirar dela o máximo partido, é necessário conhecer diversos programas informáticos, que estão em contínua evolução.
Na internet existem duas vertentes, uma com um lado positivo e outra oposta, o lado negativo. O lado positivo é que deveremos considerar como um poderoso meio de comunicação audiovisual, desenvolvendo as capacidadesas mentais, intelectuais, culturais, sociais, económicas, políticas do ser humano e cativa de um modo geral toda a humanidade. O lado negativo será o mau uso das comunicações para fins menos lícitos degradando a mente humana.
A internet deverá ser um meio de Evangelização Cristã ao serviço da catequese e da comunidade e magistério da Igreja.
A internet na acção catequética deverá ser difusora de um meio de projectar o dinamismo de uma Catequese, Paróquia, Diocese activa a uma escala global. É necessário também criar infraestruturas adequadas para que o processo e acção catequética seja desempenhada numa maior transparência e realidade para poder usufruir das novas tecnologias, estas como um auxiliar na Evangelização Cristã.

24 . 2 Segundo o estudo de Franta é correcto falar de três conteúdos na relação educativa. Quais são explicitando a sua relação e importância?

Os três conteúdos na relação educativa segundo o estudo de Franta são:
O controlo, em que o educador deve saber recusar os extremos do método autoritário e do laxista, ou não autoritário.
A emotividade, em que um bom registo emotivo, fruto de uma maturidade psicológica, é capaz de transmitir uma relação positiva de aceitação do outro.
A autenticidade, em que só um educador autêntico, capaz de uma transparência comunicativa se pode afirmar de forma confiante e responsável diante do grupo.
Verifica-se que existe uma correlação entre estes três conteúdos e a acção do catequista perante o grupo de catequese. A catequese sendo como um espaço aberto de interligação entre o grupo e o catequista, este deverá conciliar o controlo, as emoções, a franqueza, a transparência num cordial e ameno diálogo. Toda a catequese tende para uma pura e aprofundada vivência na Fé, dinamizada pela mensagem da palavra de Deus, revelada em Jesus Cristo.
pedagógicas e da comunicação, aplicando-as à catequese.

Sem comentários: